Feromonioterapia: O que é e quais são seus benefícios?

Feromônios são substâncias produzidas pelos seres vivos e liberadas no ambiente, desempenhando função comunicativa, ou seja, são sinais químicos capazes de alterar o comportamento dos indivíduos. Feromônios podem influenciar inclusive seres humanos, por exemplo, algumas mulheres que possuem convívio diário umas com as outras, podem passar a sincronizar seus ciclos menstruais por exposição a eles.

 

Recentemente, foram desenvolvidos alguns estudos das funções de alguns desses feromônios naturais em caninos e felinos, e seus análogos sintéticos estão sendo utilizados com fins terapêuticos na medicina comportamental, tendo grande importância na terapia voltada para certos distúrbios comportamentais em cães e gatos.

 

O que é Feromonioterapia?

Trata-se de um novo tipo de terapia com o uso de feromônios sintéticos que tem apresentado bons resultados no tratamento de distúrbios comportamentais de felinos, tanto de forma corretiva quanto preventiva. Estes análogos sintéticos desencadeiam uma resposta natural nos animais, não apresenta efeitos colaterais, contraindicações e nem causa dependência. 

 

Além de inúmeros benefícios, a substância é de fácil acesso, podendo ser encontrada em grandes Pet Shops e de fácil utilização, podendo ser borrifada no local diariamente ou pode ser espalhada por um difusor elétrico específico.  Apesar disso, recomenda-se sempre o acompanhamento de um especialista em comportamento felino para melhores resultados.

 

Leia mais sobre nossas dicas de comportamento felino aqui!

 

Quais seus principais benefícios?

 

1) Redução de estresse

Estudos demonstram que gatos em situação de estresse, em contato com o feromônio sintético, voltam a se alimentar normalmente mais rapidamente e se adaptam melhor a diferentes locais.

2) Redução de marcação por urina

Vários experimentos científicos mostraram que o feromônio sintético reduz as demarcações com urina significativamente. A substância alivia o estresse e, consequentemente, diminui a agressividade ligada à proteção de território e a necessidade de marcações com urina.

3) Redução de marcação por arranhadura excessiva ou inapropriada

Esses feromônios sintéticos ajudam a criar um hábito no animal porque desencorajam o gatinho a arranhar os locais aonde o feromônio sintético foi borrifado.

4) Melhora na socialização com pessoas e outros animais

O seu uso favorece a adaptação de novos indivíduos, contribuindo para a manutenção de um grupo mais harmônico e menos conflituoso.

5) Adaptação de novos ambientes

Favorece a prevenção do estresse decorrente de viagens, transporte e mudanças, promovendo a diminuição no número de tentativas de escape.

 

Apesar de uma poderosa ferramenta, é importante ressaltar que essa terapia não deve substituir os cuidados necessários para promover o bem-estar dos gatos, como o enriquecimento ambiental físico, sensorial e social necessários para a felicidade dos nossos amigos de 4 patas.

 

Precisa de ajuda com o comportamento do seu gatinho? Clique aqui e saiba mais!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Feromônios: A comunicação química dos gatos

August 3, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes