O que fazer se seu gato é agressivo?

 

Gatos podem se tornar agressivos por vários motivos. Os mais comuns são em função de algum tipo de medo, incômodo ou até mesmo quando filhotes querem gastar energia e brincar. Dores e doenças também podem ser motivos de agressividade e devem ser descartados com ajuda de um médico veterinário. É essencial identificar o que causa esse tipo de comportamento para que seja possível um plano de ação para que seu gatinho tenha uma atitude mais tranquila  diante de diversas situações do dia-a-dia.

 

Para identificar se o comportamento de um felino é realmente agressivo ou é apenas uma forma de brincar, fiquem atentos aos seguintes comportamentos:

 

BRINCADEIRAS EM FILHOTES

 

COMPORTAMENTO

  • A brincadeira sempre inclui pequenos botes, mordidas ou arranhões

  • O gatinho começa a caçar pessoas ou outros animais e está sempre quieto

  • O animal vai atrás de vozes ou movimentos rápidos

 

DICA

A maioria dos donos de gatinhos acha bonitinho, acaricia ou continua a brincadeira com as mãos ou com os pés, incentivando o comportamento indesejado. É importante que os donos não façam isso, nem tão pouco ajam como uma presa para que o comportamento diminua.

É essencial que o gatinho tenha brinquedos adequados com os quais ele possa gastar energia e ainda exercer seu instinto felino de caça da forma correta.

 

Veja mais videos sobre adestramento e comportamento felino aqui!

 

AGRESSIVIDADE OFENSIVA

 

COMPORTAMENTO

  • Orelhas para cima e para frente

  • A postura do animal fica elevada, mais segura

  • A cauda do gato fica eriçada e rígida, balançando forte de um lado para o outro

  • Os bigodes permanecem normais

 

DICA

Se você tem dois gatos ou mais, o motivo da agressividade pode ser territorial. A quantidade de objetos deve ser respectiva a quantidade de gatinhos na casa e devem estar espalhados em diferentes lugares para evitar a disputa entre eles. 

Você também deve oferecer rotas de fuga para seu gato sem locais de encurralamento. Evite o confronto oferecendo lugares em que possam subir e pular. Preste atenção no local em que os ataques acontecem e veja se é possível fazer alguma alteração para que isso não aconteça novamente.

AGRESSIVIDADE DEFENSIVA

 

COMPORTAMENTO

  • As orelhas do gato ficam posicionadas para trás ou na lateral

  • O corpo do animal fica encolhido

  • O bigode do felino fica espalhado ou inclinado pra trás

  • A cauda do gato fica ao redor do corpo

 

DICA

Esse tipo de agressão está diretamente relacionado com uma tentativa de defesa do gato. Algo aconteceu para que ele ficasse com medo e ele sentiu que não havia alternativas além do ataque (uma pessoa desconhecida na casa ou a introdução de um novo animal, por exemplo). O ideal é apresentar gradualmente para o seu gatinho aquilo que o assusta ou incomoda, de uma maneira segura para que ele perca o medo e oferecer petiscos e guloseimas na medida em que ele reage de forma positiva.

 

Precisa de ajuda? Fale com um de nossos especialistas em comportamento felino aqui.

 

E NÃO SE ESQUEÇA: GATIFIQUE!

 

O enriquecimento ambiental é a chave para um gato mentalmente saudável.  Ele precisa caçar, pular, brincar, correr e arranhar. O gatinho deve viver num ambiente mais semelhante possível ao ambiente em que o gato viveria na natureza. Para isso faça uso de ambientes verticais com prateleiras adequadas, nichos, brinquedos interativos e arranhadores.

Se o seu gato não é estimulado da maneira correta, pode acabar se tornando um animal doente. Seu gatinho precisa ter como estimular-se física e mentalmente, principalmente quando estiver sozinho. Espalhe brinquedos pela casa, sempre renovando-os, para que ele nunca perca o interesse e ensine-o a brincar com brinquedos em movimento, como varinhas e fitas. Dar bem-estar para os gatinhos também é prova de amor!


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Feromônios: A comunicação química dos gatos

August 3, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes