Quando devo consultar um especialista em comportamento animal?

 

O atendimento comportamental deve ser buscado sempre que a família identificar um comportamento problemático, inapropriado, ou simplesmente não compreendido, exibido pelo animal. Comportamentos como xixi fora do lugar, destruição de objetos, lambeduras excessivas, miados excessivos, ansiedade, medo, agressividade com seres humanos ou outros animais são alguns dos comportamentos mais relatados pelos tutores. 

 

No atendimento, o tutor recebe orientações sobre como criá-los da melhor forma do ponto de vista comportamental, assim solucionando e prevenindo problemas futuros. Para tutores de primeira viagens, o atendimento também auxilia na escolha do animal mais adequado feito com base no estilo de vida, no ambiente e no temperamento do animal que melhor se encaixa ao perfil da família, além de orientações quanto ao enriquecimento ambiental mais adequado para cada espécie, auxiliando na prevenção e no tratamento de doenças físicas e psicológicas.

 

 

 Além do problema em si, o animal é avaliado sob o ponto de vista físico, ambiental, social, além de seu status emocional e de aprendizado. A terapia comportamental consiste, portanto, em intervenções que favorecem o equilíbrio destes elementos. A terapia comportamental para cães e gatos depende inteiramente da dedicação, persistência e paciência da família. As técnicas recomendadas devem ser praticadas em casa o mais frequentemente possível. Progressos aparecerão ao longo de dias ou semanas, especialmente dependendo do tempo em que o problema comportamental já estiver presente e do empenho da família na implementação da terapia.

 

Precisa de ajuda com  comportamento do seu gatinho? Entre em contato conosco aqui!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Feromônios: A comunicação química dos gatos

August 3, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes